segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Educação em saúde reforça importância de ações preventivas contra as arboviroses






Com o propósito de sensibilizar os visitantes sobre a importância da prática de medidas preventivas para se evitar a proliferação de doenças, o setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses de Niterói – realizou neste sábado (17/12) ação educativa em evento comemorativo de fim de ano no Médico de Família do Cantagalo.

O IEC atuou com estande educativo e palestra para os participantes – maioria de moradores da comunidade próxima.  O agente Élcio Nascimento prestou informações e orientações sobre temas de interesse em Saúde Pública no município relacionados a zoonoses e doenças de transmissão vetorial, destacando as principais arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti no país atualmente (dengue, zika e chikungunya).







segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Educação em Saúde participa do “Agita Pet”






Neste sábado (10/12) o setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses de Niterói – participou do “Agita Pet”, evento organizado pela Tio Valter Pet Shop, de Itaipu.

O IEC, representada por Élcio Nascimento, atuou com estande educativo.  O agente prestou aos participantes informações e orientações sobre guarda responsável de cães e gatos e a importância da vacinação antirrábica animal.  Além disso, tratou de outros temas de interesse em Saúde Pública no município relacionados a zoonoses e doenças de transmissão vetorial, como arboviroses (dengue, zika e chikungunya), leptospirose e pombos urbanos.

O objetivo da ação educativa em saúde foi sensibilizar os visitantes sobre a importância da prática de medidas preventivas para se evitar a proliferação de doenças.






Ação educativa sobre higiene pessoa na Creche Rebeca Guimarães






Higiene nunca é demais.  Este foi o mote da ação educativa sobre higiene pessoal promovida pela  equipe do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – do Centro de Controle de Zoonoses – na Creche Escola Rebeca Guimarães, bairro Vital Brazil, na última quinta-feira (08/12).

O objetivo foi sensibilizar as crianças sobre a importância do autocuidado com a saúde voltada para a higiene pessoal, incentivando-as a conhecer e a cuidar do próprio corpo para prevenir doenças.

As agentes Daniele Caviare e Leila Neves envolveram os pequenos na temática de modo descontraído, com um bate papo interativo acompanhado da exibição de slides e vídeo.  Em pauta foram abordados tópicos como: conceito de higiene, higiene pessoal e ambiental, limpeza corporal e lavagem das mãos e saúde.

A participação das crianças foi ativa e interessada.  A equipe avaliou a atividade como produtiva e satisfatória.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Agentes comunitários de saúde são atualizados em arboviroses






Nesta quinta-feira (08/12), agentes comunitários de saúde do Programa Médico de Família de Niterói participaram do seminário “Atualização em Arboviroses” no auditório do Núcleo de Educação Permanente e Pesquisa (NEPP), bairro Centro.

A ação educativa teve como objetivo propiciar aos profissionais aprimoramentos dos seus conhecimentos sobre as principais arboviroses de interesse em Saúde Pública no país atualmente – dengue, zika e chikungunya – e as questões que envolvem o controle do mosquito Aedes aegypti no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ministrada pelos profissionais Hugo Costa e Alberto Jucelino, ambos do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde – Centro de Controle de Zoonoses –, a atividade desenvolveu-se por meio de explanação temática, apresentação de slide-show e filmes, e distribuição de informativos. A coordenadora do IEC, Maria da Glória Moreira, abriu o evento colocando em pauta os questionamentos  “Por que é as doenças persistem ?  Qual é o papel de cada agente e de cada cidadão no processo de controle delas ?”

O palestrante Hugo Costa (IEC /CCZ) destaca a importância do seminário:  “O deste ano foi muito importante porque tratou da temática das arboviroses, desse panorama atual da zika e da chikungunya no país, pois é fundamental passar para os agentes – aqueles que trabalham na ponta – as informações corretas.  Muitas dúvidas foram esclarecidas, mitos foram quebrados.  Achei muito bom, e a participação do público foi excelente. 

Sessenta e cinco agentes comunitários formaram esta primeira turma. Unidades participantes: Atalaia, Badu, Cafubá I e II, Cantagalo, Engenho do Mato, Ilha da Conceição, Ititioca, Jurujuba, Maceió, Maravista, Martins Torres, Matapaca, Morro do Céu, Nova Brasília, Palácio, Sapê, Teixeira de Freitas, Várzea das Moças, Vila Ipiranga, Viradouro, Zilda Arns.  A próxima turma será capacitada no dia 14/12.











CCZ participa de Sipat na ENAVAL





O Centro de Controle de Zoonoses de Niterói (CCZ) – através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) – participou da Semana Interna de Prevenção de Acidente de Trabalho (Sipat) da ENAVAL Engenharia, bairro Ponta D’Areia, a convite da empresa, no período de 05 a 09/12. 

A equipe do IEC realizou palestras sobre arboviroses.  E para isso desenvolveu, de modo interativo, explanação temática, apresentação de slide-show e filmes e distribuição de informativos.  Na oportunidade, funcionários receberam  e trocaram informações sobre as três principais arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti no momento (dengue, chikungunya e zika), características do inseto, dados atuais sobre a situação da microcefalia no país,  principais medidas de prevenção e combate ao vetor, e o uso da bactéria Wolbachia no controle do Aedes.

O objetivo da ação educativa em saúde foi informar, discutir e esclarecer sobre o que são arboviroses, os riscos envolvidos, prevenção e tratamento.  

Para a palestrante Daniele Caviare, a atividade foi muito positiva:  “ A receptividade foi excelente.  O público, bem atencioso e interessado, participou ativamente com perguntas e colocações. Dentro da temática, os questionamentos comuns eram sobre inseticidas, propagandas enganosas e a bactéria Wolbachia.  A ideia da diretoria é divulgar essas informações nos outros estaleiros e na própria comunidade”, avaliou a agente.

Equipe envolvida:  agentes Adriana Herz, Daniele Caviare e Lílian Barcellos.




segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

CCZ participa do 7º SIMBRAVISA






O Centro de Controle de Zoonoses de Niterói participou do 7º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária (SIMBRAVISA) que aconteceu de 26 a 30 de novembro em Salvador, Bahia.

O SIMBRAVISA sempre se constituiu em um momento de aprofundamento do diálogo entre academia, os serviços de vigilância sanitária e a sociedade, visando o desenvolvimento teórico-conceitual, metodológico e das práticas desse campo específico da saúde coletiva, no contexto das políticas de saúde. O tema central do simpósio foi o Sistema Único de Saúde (SUS) e seu Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS).

O veterinário Flávio Moutinho realizou apresentação oral do trabalho "Caracterização das infrações sanitárias cometidas pelos estabelecimentos veterinários de Niterói-RJ no período 2014-2015".  Participaram ainda do evento os profissionais Francisco de Faria Neto, chefe do CCZ, e Fábio Vilas Boas, chefe da Seção de Controle da População Animal (CCZ).







terça-feira, 29 de novembro de 2016

Niterói realiza ações do 'Dia D' de Combate ao Mosquito






Antecedendo o 'Dia D' Nacional de Combate ao Mosquito (02/12), o município de Niterói – através do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) – realizou ações educativas e de sensibilização da população para o combate ao mosquito nesta sexta-feira, dia 25 de novembro.

Em diversos locais de grande circulação de pessoas, agentes do Serviço de Controle de Vetores (SECOV) e do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) abordava os transeuntes para prestar orientações sobre medidas preventivas e distribuição de material informativo.  Agentes comunitários de saúde do Programa Médico de Família e integrantes do Projeto Gugu fizeram parte também da equipe atuante. Principais pontos:  Praça Araribóia (Centro), Horto do Fonseca, Campo de São Bento (Icaraí), Praça do Engenho do Mato e área externa da Policlínica do Largo da Batalha.

O objetivo foi mobilizar os niteroienses na luta contra o Aedes aegypti.  Além da dengue, o mosquito também é transmissor da zika e da chikungunya, portanto a intensificação dos esforços é necessária para que todos, juntos, possam evitar o avanço dessas doenças no município. 




















segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Sala de Espera sobre Arboviroses no PMF Cantagalo





Na última quinta-feira (24/11), usuários do Programa Médico de Família do Cantagalo participaram de uma atividade de sala de espera sobre o tema Arboviroses.  A ação educativa em saúde foi promovida pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC).

O objetivo foi sensibilizar sobre a importância da adoção de medidas favoráveis à saúde individual e coletiva, especialmente em relação às doenças causadas pelo Aedes aegypti. Como o transmissor do zika vírus é o mesmo da dengue e da febre chikungunya – o mosquito Aedes aegypti – é preciso que a população reforce os cuidados para impedir o desenvolvimento de criadouros.

Desenvolvendo um diálogo interativo com o público, Patrícia de Oliveira percorreu os espaços da unidade junto com os agentes comunitários de saúde, falando sobre mudanças de hábitos no cotidiano para evitar a proliferação de mosquitos.  Dentro da temática, a agente do IEC também destacou o uso da bactéria Wolbachia no controle do Aedes.  Todos demonstraram interesse nos assuntos abordados.