sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

DENGUE: PEQUENAS AÇÕES PARA EVITAR A DOENÇA DURANTE TODO O ANO.


Para se evitar a dengue é necessário o controle do mosquito transmissor do vírus causador da doença, o Aedes aegypti.  A infestação desse mosquito ocorre durante todo o ano, porém é sempre mais intensa no verão em função da elevação da temperatura e da quantidade de chuvas – fatores que favorecem a eclosão mais rápida de seus ovos.  Como o mosquito tem hábitos domésticos, o empenho da população na adoção de medidas preventivas de eliminação de focos do vetor é fundamental.   Veja alguns dos principais criadouros do inseto e o que fazer para eliminar os focos:





Mantenha a caixa d’água fechada com tampa adequada, sem rachaduras, frestas ou desníveis.  Vede com tela a abertura da saída do excesso d’água (o “ladrão”). 







Lave com bucha e sabão as paredes internas dos tonéis, barris ou jarras d’água.  Feche bem utilizando tampa própria ou uma tela.







Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje da sua casa, prédios ou marquises.






Verifique se as calhas não estão entupidas. Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir o escoamento da água. 






Lave com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água do lado de fora da casa.  Se possível, cubra-os para evitar que mosquitos depositem ovos nas paredes internas.







Lave, principalmente por dentro, com escova e sabão os utensílios usados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes, etc.







Se tiver vasos de plantas aquáticas, troque a água e lave o vaso com escova, água e sabão uma vez por semana.







Troque diariamente a água dos bebedouros de animais e aves e limpe-os com escova ou bucha.








Remova água acumulada nas folhas das plantas diariamente.







Encha de areia até a borda os pratinhos dos vasos de plantas.





Trate a água da piscina com cloro semanalmente.  Caso esteja em desuso, a piscina precisa estar coberta.






Lagos, cascatas e espelhos d’água decorativos: manter sempre limpos, criando peixes ou tratando a água com cloro.




 


Mantenha os ralos limpos jogando água sanitária ou desinfetante semanalmente. Verifique a existência de entupimento. Se não for utilizá-los, mantenha-os vedados.







Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada e fora do alcance de animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana. Não jogue lixo em terrenos baldios.



 


Guarde as garrafas vazias sempre de cabeça para baixo e de preferência em local coberto.








Entregue seus pneus velhos ao serviço de limpeza urbana ou guarde-os sem água em local coberto e abrigados da chuva.







Quebre ou coloque cimento naqueles cacos de vidro (gargalos ou fundos de garrafas) que possam acumular água.







Instale a caixa do ar-condicionado de forma que esta não possa acumular água.






Bandejas externas de geladeiras.  Retire sempre a água e escove a bandeja com água e sabão.








Suporte de garrafões de água mineral. Lave-os bem sempre que for trocar os garrafões.




 


Vasos sanitários.  Deixe a tampa sempre fechada.  Em banheiros pouco usados, dê descarga uma vez por semana.








DISQUE-DENGUE NITERÓI

O Disque-Dengue Niterói - (21) 2621-0100 - é a linha telefônica exclusiva do município para solicitação de visitas dos agentes e para denúncias de casas abandonadas, terrenos com lixo acumulando água, entre outros possíveis focos do mosquito da dengue. O atendimento está disponível de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, e sábados e domingos, das 9h às 13h.



Fontes (texto):
http://www.ioc.fiocruz.br/dengue/
http://www.riocontradengue.com.br/Site/Conteudo/Eliminar.aspx

Fontes (imagens):
Folder "Não esqueça:  a dengue se combate todo dia", do Ministério da Saúde.
Pesquisa no buscador Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário