segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Viradouro recebe primeira ação da Campanha Niterói Contra a Dengue




A Prefeitura de Niterói realizou a cerimônia de abertura da primeira ação da Campanha Niterói Contra a Dengue na manhã deste sábado, 17.10, na Praça do Vital Brasil, em Santa Rosa.

Cerca de 90 pessoas participaram do evento,que contou com tendas educativas do Programa Médico de Família e do Setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC) para tirar dúvidas dos moradores e ensinar a combater os focos em suas residências. Profissionais de saúde também realizaram aferição de pressão e glicose e uma equipe do Departamento Supervisão Técnico Metodológica orientou sobre a prevenção do câncer de mama. 





Após a abertura, 60 agentes do Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses percorreram a comunidade do Viradouro combatendo possíveis focos do mosquito e orientando a população. Foram visitadas 120 casas, cartazes foram afixados e panfletos educativos distribuídos. Na próxima semana nova ação será feita no local, principalmente no Morro da União. 




A secretária executiva, Maria Célia Vasconcellos, atribuiu os bons índices do município ao trabalho das equipes. 

“Já realizamos essa campanha anteriormente, que junto com as atividades diárias, permitiu que não houvesse óbito pela doença. Os indicadores, apontados pelo Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti, mostram o resultado do bom trabalho que damos continuidade. A ação integrada é fator dessa vitória”, afirmou. 

A secretária municipal de Saúde, Solange Oliveira, falou das ações realizadas periodicamente. 

“A campanha é de intensificação de um trabalho já realizado o ano todo. Os locais atingidos são baseados no estudo que apontam os bairros com maior índice de infestação. Niterói apresenta um baixo número da doença, principalmente em relação a outros municípios, e isso é reflexo desse trabalho de rotina contra dengue. A campanha mobiliza a comunidade e atua com outros setores da prefeitura o que permite um resultado mais positivo. Esse é um primeiro momento de uma sequencia de ações”, declarou. 

Os próximos locais da ação serão Grota, Preventório e Viçoso Jardim. 

Participaram do evento a secretária municipal de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa, o secretário de Obras, Vicente Temperini, o presidente da Fundação Municipal de Educação, Henrique Antunes, o secretário de Participação Social, Anderson Pipico e o deputado Estadual, Waldeck Carneiro. 




Campanha 


A campanha tem como objetivo intensificar as ações de prevenção à doença em toda a cidade. O trabalho será realizado pela secretaria de Saúde em parceria com outras pastas, como a de Conservação e Serviços Públicos, Educação, Ciência e Tecnologia, Obras, além da Companhia de Limpeza Urbana de Niterói (Clin). 

O Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses vai realizar mutirões intersetoriais, ações que acontecem todos os fins de semana em diferentes locais da cidade, reunindo agentes de endemias que fazem a visitação em residências, prevenindo e combatendo possíveis focos do mosquito da dengue. 

Além disso, serão feitas atividades educativas nas escolas, em parceria com a Educação, transformando as crianças em multiplicadores dos conhecimentos sobre a prevenção à dengue, e trabalhos de conscientização em canteiros de obras, que costumam ter entulhos que podem acumular água, estaleiros e borracheiros. Outra medida importante é a participação dos funcionários da Seconser e da Clin promovendo ações de limpeza e capina.




Fontes
Texto:  http://www.niteroi.rj.gov.br/
Imagens:  Cláudio Pinto Vicente.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Prefeitura oferece castração gratuita de cães e gatos

Atualizado em 06/04/16.





O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Fundação Municipal de Saúde (FMS), oferece gratuitamente o serviço de castração para cães e gatos aos moradores de Niterói. Em 2015, a equipe de médicos veterinários da Unidade de Controle da População Animal realizou 1000 cirurgias de castração.

As inscrições são abertas para os munícipes no primeiro dia útil de cada mês. Como forma de atender um maior número de pessoas possíveis, o Departamento restringe uma marcação por proprietário a cada inscrição aberta, evitando que existam filas muito longas e colaborando para a rapidez no atendimento às demandas. 

Castração

Método definitivo de esterilização, a cirurgia consiste na remoção do útero e ovários, na fêmea, e dos testículos, nos machos.  A cirurgia é indolor, feita sob anestesia geral.  Vantagens do procedimento:
  • Reduz o risco de tumores de mamas, próstata e tumores transmitidos sexualmente;
  • Elimina a gravidez psicológica (pseudociese) nas fêmeas;
  • Elimina o risco de uma piometra (doença intra-uterina que geralmente aparece após o cio, onde o útero se enche de pus, na qual o tratamento é a castração – ocorre em cerca de 60% das fêmeas não castradas);
  • Nos gatos há a diminuição do hábito de urinar nos objetos da casa para demarcar território; 
  • Evita que os gatos fiquem fora de casa por dias sem se alimentar para acasalar;
  • Evita gravidez indesejada, não ocorre mais o cio e nem o sangramento nas fêmeas;
  • Animais se tornam mais saudáveis e sua expectativa de vida aumenta, pois há menor chance de doenças reprodutivas.

Agendamento

Para agendar a cirurgia, o responsável pelo animal deve entrar em contato com a Unidade de Controle da População Animal para receber as informações.  A partir daí, a pessoa deve ir até o local munida de documento de identidade e comprovante de residência para efetuar a inscrição. É importante ir ao local para fazer a marcação, pois o número de faltas chegava a quase 50%, atrasando todo o processo e prejudicando quem realmente queria castrar seu animal. Uma semana antes da cirurgia, os veterinários passam todas as orientações sobre o pré-operatório do animal, assim como fazem no pós-operatório.

A Unidade de Controle da População Animal fica na Rua Silvestre Rocha, nº 2, esquina com a Rua Lemos Cunha, em Icaraí. Telefone: (21) 2711-0113


Fonte:
Dados:  UCPA
Prefeitura de Niterói - http://www.niteroi.rj.gov.br/
Agência de Notícias de Direitos Animais - http://www.anda.jor.br/
Imagens – logomarca UCPA e Google.

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Resíduos sólidos e água são os temas do Promoção do Ambiente Saudável na Escola Municipal Paulo Almeida Campos




Alunos da Escola Municipal Paulo Almeida Campos , bairro Icaraí, participaram de oficinas artísticas sobre meio ambiente (resíduos sólidos e água) do projeto Promoção do Ambiente Saudável nas Escolas na última semana  (dia 06 e 08/10).  Realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses de Niterói, através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC), a ação educativa é uma parceria da Fundação Municipal de Saúde com a Fundação Municipal de Educação.

As atividades, iniciadas em setembro, tiveram como objetivo fazer com que os estudantes se expressassem criativamente a partir do que viram e apreenderam no primeiro encontro do projeto, quando foram apresentados à temática por meio de bate papo interativo e exibição de slide-show.

As turmas realizaram pintura de desenhos em sacolas recicláveis e confeccionaram relógios decorativos, moderados e supervisionados pela agente Maria Helena Costa.  O comprometimento da garotada com as tarefas foi empolgante, e o resultado não poderia ser diferente de trabalhos bem feitos, coloridos e visualmente agradáveis.






Oficina artística sobre roedores na Escola Municipal Vera Lúcia Machado




Na última quarta-feira (07/10), alunos da Escola Municipal Vera Lúcia Machado, bairro Badu, participaram de oficinas artísticas do projeto Promoção do Ambiente Saudável.    O projeto – uma parceria da Fundação Municipal de Saúde com a Fundação Municipal de Educação – é realizado pelo Centro de Controle de Zoonoses de Niterói, através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC).

O objetivo das oficinas foi fazer com que as crianças se expressassem criativamente a partir do que viram e apreenderam no primeiro encontro do projeto, quando foram apresentadas à temática roedores por meio de bate-papo interativo e exibição de slide-show.

Os estudantes optaram em formar grupos para confeccionar cartazes e painéis, monitorados e supervisionados pelos professores e pela agente Patrícia de Oliveira.  A garotada participou ativamente, demonstrando contentamento e satisfação com a tarefa de construção do saber em ação lúdica e divertida.  Ao final, representantes dos grupos apresentarem os resultados para os demais da classe.





Oficina artística sobre resíduos sólidos e água na UMEI Maria Luiza da Cunha Sampaio




Alunos da Unidade Municipal de Educação Infantil Maria Luíza da Cunha Sampaio , bairro Charitas, participaram de oficinas artísticas do projeto Promoção do Ambiente Saudável nas Escolas na última semana  (dia 05/10).  Realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses de Niterói, através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC), a ação educativa é uma parceria da Fundação Municipal de Saúde com a Fundação Municipal de Educação.

A atividade teve como objetivo fazer com que os estudantes se expressassem criativamente a partir do que viram e apreenderam no primeiro encontro do projeto, quando foram apresentados aos temas resíduos sólidos e água por meio de bate papo interativo e exibição de slide-show.

Os pequenos elaboraram e pintaram desenhos temáticos para confecção de mini cartazes, moderados e supervisionados pela agente Maria Helena Costa. Todos participaram com entusiasmo, comunicando o que entenderam sobre o assunto de maneira divertida e prazerosa.


Projeto Promoção do Ambiente Saudável discute a temática pombos urbanos na UMEI Geraldo Bezerra de Menezes




Pombos urbanos foi a temática do projeto Promoção do Ambiente Saudável nas Escolas na Unidade Municipal de Educação Infantil Geraldo Bezerra de Menezes, bairro Santa Rosa nos meses de setembro e outubro.  A ação educativa é uma parceria da Fundação Municipal de Saúde com a Fundação Municipal de Educação, e realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses de Niterói, através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC).

O objetivo do projeto é sensibilizar e mobilizar estudantes a uma reflexão sobre as interferências do ser humano no ambiente, visando criar estratégias de ações que facilitem a prevenção de agravos e doenças no meio em que vivem.

A metodologia aplicada pelos profissionais é baseada no referencial teórico construtivista, privilegia a ação do aluno que age sobre o objeto estudado observando, manipulando, concluindo, reformulando conceituações e utilizando o lúdico como estratégia – apresentações de teatro, elaboração de oficinas de trabalhos manuais, recorte de reportagens, coral musical, maquetes, exposição de fotos, entre outros meios.  

Neste primeiro encontro do projeto os participantes foram estimulados a apresentarem suas concepções prévias – 28/09 e 01/10.  As agentes Daniele Caviare e Maria Helena Costa desenvolveram bate-papo e exibição de slide-show. Ao final, as crianças elaboraram desenhos sobre meio ambiente e pombos que serão utilizados para a confecção de painéis durante a oficina artística.



sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Outubro Rosa também para cães e gatos em Niterói




A Unidade de Controle da População Animal, do Departamento de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses de Niterói, está promovendo o “Outubro Rosa” de cães e gatos que estão sendo castrados este mês.  Ao final da cirurgia, os animais saem da unidade com uma fitinha rosa e seus proprietários recebem orientações dos profissionais veterinários.




O movimento conhecido mundialmente como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama em mulheres e homens. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

O que pouca gente sabe é que os animais também são vítimas deste tipo de câncer, que tem inclusive uma incidência considerada alta entre cães e gatos. Em ambos os casos, o diagnóstico é feito através de exames de rotina. Normalmente a doença aparece mais em cadelas e gatas não castradas devido à grande produção de hormônios no período da fertilização. Depois dos seis anos a chance aumenta, então é preciso cuidado redobrado.

Como medida preventiva a castração eletiva é muito eficiente e reduz em quase 100% as chances de incidência da doença se realizada no primeiro ano de vida.

A UCPA realiza castração gratuita de cães e gatos para moradores do município.  Este ano foram 697 cirurgias até o momento, sendo 307 somente em agosto e setembro.  A meta é aumentar este número para os próximos meses.  


Evento OUTUBRO ROSA, PET ROSA !!






Fontes:
Universidade Federal Rural de Pernambuco - http://www.ufrpe.br/br
Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva - http://www.inca.gov.br/wcm/outubro-rosa/2015/movimento-outubro-rosa.asp
Serviço de Controle da População Animal /Centro de Controle de Zoonoses de Niterói - Fábio Vilas Boas, chefe do SÇPOP.
Site Amor de Cão - http://www.amordecao.com.br

Promoção do Ambiente Saudável na Escola Municipal Profª Maria de Lourdes Barbosa




Tendo como objetivo sensibilizar e mobilizar estudantes a uma reflexão sobre as interferências do ser humano no ambiente, visando criar estratégias de ações que facilitem a prevenção de agravos e doenças no meio em que vivem, projeto Promoção do Ambiente Saudável abordou as temáticas resíduos sólidos e água na Escola Municipal Professora Maria de Lourdes Barbosa Santos, bairro Fonseca.  A ação educativa é uma parceria da Fundação Municipal de Saúde com a Fundação Municipal de Educação, e realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses de Niterói, através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC).

A metodologia aplicada pelos profissionais é baseada no referencial teórico construtivista, privilegia a ação do aluno que age sobre o objeto estudado observando, manipulando, concluindo, reformulando conceituações e utilizando o lúdico como estratégia – apresentações de teatro, elaboração de oficinas de trabalhos manuais, recorte de reportagens, coral musical, maquetes, exposição de fotos, entre outros meios. 

No primeiro encontro (14 a 17/09) as crianças foram estimuladas a apresentarem suas concepções prévias, ou seja, a contarem o que sabiam sobre os temas em discussão.  Para isso, os agentes do IEC desenvolveram bate-papo e exibição de slide-show. A maioria interagiu com colocações e questionamentos sobre fatos observados no ambiente de convívio.  Já no segundo (21/09 a 05/10), houve a confecção de brinquedos a partir de materiais recicláveis na oficina artística, formando assim uma brinquedoteca.

Com demonstrações de interesse e satisfação pelas tarefas, a garotada participou ativamente, resultado dessa possibilidade de ser, sentir, fazer e conhecer “brincando” – de maneira lúdica e prazerosa.  Ao final, todos colocaram seus trabalhos em exposição e apresentaram aos demais colegas de escola.

Agentes envolvidos na atividade:  Antônio Pessoa, Hugo Costa, Jonas Queiróz, Maria Cristina Crisóstomo, Rodolfo Matta e Rosani Loureiro.  








Palestra sobre caracol gigante africano para funcionários de canteiro de obras




Funcionários do canteiro de obras do Condomínio Ferney Voltaire (União Realizações Construtora), bairro Badu, participaram de palestra sobre caracol gigante africano (Achatina fulica) realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses de Niterói – através do setor de Informação, Educação e Comunicação em Saúde (IEC).  O objetivo foi sensibilizar os participantes para os perigos do molusco.

A ação educativa foi desenvolvida pela agente Patrícia Oliveira por meio de explanação e exibição de slide-show.  O público mostrou muito interesse nas características biológicas do caracol, e desconhecia as doenças causadas pela espécie e sua forma de combate.  “Muitos pensam que se deve matar a acatina com sal, o que é um grande erro. O sal pode eliminar o hospedeiro, porém a salinização do solo destrói plantas e gramados por muito tempo.”, alerta Patrícia.