quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

NOTA TÉCNICA FEBRE AMARELA - Niterói


Em 2017 foram registrados 16 casos suspeitos de febre amarela em humanos residentes de Niterói. Entre esses casos, um foi confirmado, tendo como local provável de infecção o bairro de Espraiado, no município de Maricá. No ano de 2018, até presente momento, não foi registrado nenhum caso em humano residente. 

Em 17/01/2018 foi confirmada a morte de um primata não humano (PNH) por febre amarela em área de mata do bairro Fonseca.  A partir desse diagnóstico, o município deixou de ser considerado Área Ampliada (municípios limítrofes, contíguos e próximos à área afetada) e passou a ser classificado como ÁREA AFETADA (municípios com evidência da circulação do vírus da FA em casos humanos e/ou PNH).

Diante da confirmação da circulação do vírus da FA no município de Niterói, que passa a ser classificado como ÁREA AFETADA, a recomendação da vacina contra a FA inclui todos os indivíduos a partir de 9 meses de idade que não receberam nenhuma dose da vacina que residam, trabalhem ou se desloquem para o município e que não apresentem contraindicação.

Notificação de casos de FA em humanos:
Deve ser feita imediatamente à Coordenação de Vigilância em Saúde (COVIG) pelos seguintes meios: 
Telefax - (21) 2719-4491 ou 
E-mail - covig.niteroi@gmail.com 
Endereço - Av. Amaral Peixoto, n. 171/sala 302 – Centro – Niterói.

Notificação de caso suspeito de FA em primatas não humanos:
Em caso de encontrar animais doentes (ainda vivos) ou mortos, informe ao Centro de Controle de Zoonoses de Niterói pelo telefone (21) 2625-8441.
Animais encontrados nos demais municípios devem ser notificados para (21) 2333-3899 em horário de expediente ou (21) 98596-6553 após 17h, finais de semana e feriados.






Nenhum comentário:

Postar um comentário